22 de setembro de 2007

Inland Empire


Sempre quando saímos de uma sessão de um filme do diretor David Lynch , nos perguntamos: "Quando sera que irei entender?".

Existem 3 diretores que são considerados gênios de verdade em Hollywood : Darren Aronofsky , David Fincher e David Lynch.
Esse é o grupo de D´s mais famoso do mundo. Enquanto o primeiro tem na manga grandes viradas de cenas e roteiros revolucionarios ; Fincher é instigante e seus roteiros são estruturas narrativas de tirar o folego de qualquer espectador. Já David Lynch é o mais pôlemico. Seus filmes são sempre obras de polemicas em cabines de imprensas. Em quanto alguns vaiam suas sessões , outros cultuam.Lynch é um dos poucos diretores que fazem o espectador se ajeitar na cadeira pela magnitude do projeto ,e é um dos poucos que faze-nos assistir a seus filmes mais de uma vez. Vide Cidade dos Sonhos , que é tão complexo ,que o espectador tem de assistir duas vezes só para entender a sinopse.


Por falar em sinopse não poderei apresenta-la neste caso , até porque não tem uma propriamente dita. Tanto que Lynch fez o filme conforme suas inspirações. Então para algumas pessoas não vai ter nenhum nexo. Quem conhece os filmes de Lynch sabe que ele é muitas vezes condenado por seu surrealismo. E esse caso não é diferente. O surrealismo faz parte durante toda a projeção. Outra coisa que talvez não dá para definir é o gênero. O que é? Talvez drama misturado com suspense? Conforme eu disse Lynch foi pela sua inspiração. Mas o filme consegue nos mostrar grandes momentos de suspense.
Sua trilha sonora é arrebatadora , e cenas fazem o espectador pular da cadeira. Coisa que dá inveja em muitos filmes de terror , que não conseguem as vezes nem provocar um sustinho.
Falando da trilha. Ela muitas vezes é sarcástica e outras dá toques assustadores no longa. Cito a cena do batimento cárdiaco mostrado na cena que as mulheres estão reunidas. Voltando a sinopse. Para não deixar vocês confusos com o que irão assistir, irei deixar uma frase brilhante de Lynch , quando perguntado de sua sinopse: "é a história de uma mulher com problemas". Não poderia definir melhor.



Outra... o filme foi gravado totalmente em câmera digital. Por isso irá deixar furiosos alguns espectadores com seu estilo "Bruxa de Blair" durante alguns momentos da projeção. Mas isso não atrapalha de maneira alguma sua direção. Uma cena que comprova a genialidade do diretor é a forma que a personagem se comporta olhando para a TV no inicio do primeiro ato. Na cena em que a estranha vizinha chega na casa da atriz , Lynch também consegue ser meticuloso com a falsidade da atriz. Brilhante. As sequencias em preto e branco também merece destaque. Logo no começo da projeção a cena do pickape do vinil é uma cena totalmente cuidadosa e genial.
A montagem também tem uma autoridade. Muitas cenas do vinil para os rostos são bem executadas. As presenças de atores desconhecidos também são sempre um ponto forte nas projeções de Lynch. O unico que realmente tem fama e que está presente no filme é Jeremy Irons. Não que isso seja um erro. Pelo contrario. Sempre as atuações são dignas de destaque. E não é diferente neste caso.
A critica da sociedade com as cenas dos burros em "estilo Stephen King" também são extremamente brilhantes.
O que irá acontecer - e pode cobrar de mim - se você ir em uma sessão do filme ; são pessoas saindo indignadas nem na metade da projeção , pois irão achar o filme muito confuso.

Mas vai a pergunta. Por que o ser humano tem repulsa pelo que não entende?

Criticos condecorados no cenário nacional , odeiam os filmes do Lynch por não entende-los... Vale lembrar que Kubrick só foi reconhecido justamente 20 anos depois. O bom é que Lynch não dá bola para criticas , e segue com suas obras-primas. Quando estava vendo o filme A sete Chaves certo dia , estava comentando com um colega , quem seria um bom exemplo do diretor citado no filme. Um diretor que era sempre proibido pelos países , seus filmes eram impactantes, e sempre ganhava prêmios. Acho que encontrei minha resposta com mais uma obra-prima vindo de Lynch.

(5 estrelas em 5)

7 comentários:

Mayck disse...

Nossa Nunca ouvi falar desse grupo de D's nao David,david e darren se nao me engano e o filme estilo Bruxa de blair? Nao gostei nao achei meio estranho...Otimo Blog!!!!!!!!!!!!!!

Naiara P. disse...

horra deve ser legal o filme!
so espero entender...do jeito que eu sou devagar(rs)...vai de morar.
até+.

Magma Escarlate disse...

Recomendarei a uma amiga minha que adora o David... o site e o filme, claro!

Lance uma Bola de Fogo em seus problemas - http://novoboladefogo.zip.net

veronica disse...

muito interessante. irei ver.

- Cah. disse...

"estilo bruxa de blair" iuashuisdhiusadhui

eu amo filmes assim
dá um ar, sei lá, caseiro.
boa dica
;*

Lanoia disse...

dica anotada =)

Rick disse...

Pô, não conhecia esse filme não, vou ver se pego esse filme qualquer dia, seu blog é muito útil, muitas dicas ótimos de filmes.

Acaba de ganhar um leitor. #)