25 de setembro de 2007

Halloween(2007)


Como os filmes da série Hallowen decairam através dos tempos , não é? Temos exemplos claros nos ultimos filmes. Hallowen H-20 é detestavel. E a respeito do Hallowen Ressureição , foi realmente bem escolhido o título , porque o numero de vezes em que os personagens ressucitam nesse filme não é brincadeira. Por outro lado quando anunciaram este novo Hallowen , tinhamos esperança que voltasse ao tom dos dois primeiros filmes – que são realmente excelentes. Afinal a esperança é a última que morre. O problema é que ela sempre acaba morrendo...

Depois de passar 17 anos internado, Michael Myers, agora um homem feito e ainda muito perigoso, é solto por engano da instituição para pessoas com problemas mentais (onde ele foi internado com 10 anos) e imediatamente retorna a Haddonfield, onde ele quer encontrar sua irmã caçula, Laurie. Quem cruzar seu caminho estará correndo perigo mortal.

O filme começa bem. Os créditos são um certo tipo de homenagem aos originais , naquele clima de anos 80. E ainda quando a trilha entra , o espectador sente um frio na barriga. A trilha é ainda a original. Que continua excepcional por sinal.
O problema começa no dia do Halloween. Depois de uma péssima apresentação do Dr. Loomis. Rob Zombie (diretor) tenta se redimir com a cena das mortes. É incrivel a mediocridade da cena. Sem nenhuma explicação aparente Myers começa a matar. Mais uma vez os créditos para a péssima direção de Zombie. Ainda se não fosse o bastante o roteiro nos trata como espectadores com problemas mentais. Pois só pode. A cena em que Myers para de falar é de uma idiotice sem tamanho. E ainda acabam com a imagem de Myers perante ao espectador ; quando , este mesmo passa a seguir as garotas. Fica aparentemente para nós –espectadores- um tipo de "Noite do Terror com glamour".

Em relação as atuações. Talvez essa seja a pior coisa do filme , tirando a direção de Zombie. Scout Taylor-Compton como Laurie Strode é desprezivel. Não chega nem aos pés da atuação de Jamie Lee Curtis no original. Daeg Faerch está pior que o ator que interpretou Hannibal adolescente. E até entendemos porque o Myers se esconde com mascaras. Não é pra esconder seu rosto feio como diz o personagem , mas sim para esconder sua má atuação. Tyler Mane não precisa ser comentado , já que é aparece só de mascara. Sheri Moon está muito bem no filme. Demonstra para o espectador o amor pelo seu filho. E tem também nosso eterno Alexander DeLarge de "Laranja Mecânica" (Malcolm McDowell) , aqui interpretando o psquiatra de Myers. É realmente ele que leva o filme para frente.

Este novo Halloween é mais um da série que não serve nem para colecionar figurinhas , já que já estamos familiarizados com a história de Myers. Assim o filme só serve como desculpa para arrecadar mais dinheiro para o estudio. Neste caso vale a comparação com o igualmente péssimo "Psicopata Americano 2" , que destrói a imagem do original. Mas quem gosta da série e do Myers , vai certamente gostar de ver o maniaco matando outra vez ,nem que para isso tenha que aguentar tanto papo furado , para ve-lo matar outra vez... Para esses... Se divirtam e tenham um bom filme.


(1 estrela em 5)

7 comentários:

Pk Ninguém disse...

Eu já baixei o filme, embora ainda não tenha visto, tô numa espectátiva grande para ver como ficou essa releitura e também para ver como o Rob Zombie se saiu como diretor.

Andréa Cristo disse...

Fera no design teu blog! Parabéns

MaxReinert disse...

ai ai.. não tenho muita paciencia para esses filmes que não acabam nunca!!!!

Se for pela diversão prefiro as comédias mesmo!!!!!

Bad Brain Machine disse...

Afffe!
halloween 39º?
ano 2087...
já perdeu a graça faz tempo...
prefirou horror japones.
e vc?
abraço!

Mariane Monteiro disse...

O primeiro é sempre melhor!!!!!!!!

Arthurius Maximus disse...

Concordo, a falta de imaginação e criatividade ronda hollywood a um bom tempo.

Renata disse...

Sério que é terrível?
Não assisti ainda... acho que eu gostava mesmo dos clássicos...
Vou colocar pra baixar... hehe
Bjocas