28 de janeiro de 2015

Jogo da Imitação, O

The Imitation Game, Inglaterra/EUA, 2014. Direção: Morten Tyldum. Roteiro: Graham Moore, baseado no romance de Andrew Hodges. Elenco: Benedict Cumberbatch, Keira Knightley, Matthew Goode, Rory Kinnear, Allen Leech, Matthew Beard, Charles Dance, Mark Strong. Duração: 114 min.

Acredito que muitos de nós procuramos uma forma de companhia, de não ficarmos sozinhos e buscar algo que seja um escape de uma realidade inodora. O próprio cinema, por exemplo, funciona como um motivador nato para isto, pois oferece a oportunidade de fantasiarmos, criarmos empatias com desconhecidos e fazer parte de uma história. Gostaria de dizer que este pensamento é meu, mas devo ter ouvido ou lido em algum lugar.

Em O Jogo da Imitação, as nuances de Alan Turing se desenrolam até chegar ao aspecto central: desvendar quem foi o homem. Mas como? Se apenas analisarmos o lado emocional,  a narrativa é um exercício intimista comovente. O homem por trás da grande máquina, por trás do pensamento digital, sistemático, apenas fez tudo por... amor. Ou pela necessidade de companhia. Algo que não fizesse dele o que mais temia: alguém solitário. A escolha para suprir a carência emocional é a mais natural possível, Christopher, seu primeiro companheiro, sua primeira relação, seu primeiro amor. Quando, por algum motivo, Alan pensou que não estava mais sozinho. Existia um semelhante. Que amava, desejava e pensava como ele. Que o direcionou, importou-se e deixou ele ser ele mesmo - mesmo que nunca completamente.

Num mundo em que a homossexualidade era um monstruoso crime de obscenidade, é revelador o título, pois Alan era exatamente uma máquina, um imitador, que buscava se reprimir para a tal "normalidade" que tanto descrevem no filme. As técnicas e gestuais do talentosíssimo Benedict Cumberbatch, neste panorama, são trabalhos brilhantes exatamente por demonstrar sutilmente características únicas da personalidade daquele ser humano. Um alisar pontual no cabelo, evidenciando uma característica (assumidamente preconceituosa) feminina, uma preocupação com a sua aparência, com o uso do deboche e da indiferença para se afastar do compromisso, ou até mesmo seu próprio ego.

Tudo é evidenciado constantemente num trabalho magnífico, em que a leveza característica da atuação, combinada com o cinismo imperante do personagem, criam um paradoxo belo. Afinal, Turing não é uma pessoa fácil, claro, e não precisa ser tratado como tal. É de sua própria essência ser um pretensioso mesquinho e arrogante - uma fachada que impôs a si; funciona e foge do tom caricatural normalmente visto em filmes do gênero, que tendem a abraçar uma humildade inexistente. Alan não era humilde, tampouco parecia se importar com sua própria genialidade. Era alguém em busca de companhia. Quem criou uma máquina para sentir afeto de alguma forma. É interessante, não? Que a internet tenha se transformado no que o próprio Turing criou para ser: um sistema computadorizado que lhe oferece infinitas possibilidades e uma maneira de não ficar mais sozinho.

Morten Tyldum, infelizmente, prefere contar a história como se estivesse filmando um telefilme. Com usos de fade in/out, uma estrutura de diálogos constrangedores (como aquela em que três personagens diferentes dizem: "às vezes, as pessoas que menos esperamos apresentam as coisas mais incríveis"),  rimas visuais que pouco acrescentam (a passagem de Alan e Hugh para a amizade entre aquele e Christopher) e, claro, a forte adocicação  desnecessária: o instante em que os personagens se reúnem para defender Alan é confuso, deslocado e inverossímil. Da mesma forma, é duvidosa a insinuação de um triângulo amoroso que nunca se forma e a própria importância dada à homossexualidade do protagonista no final da trama não reverbera da forma como deveria, fazendo com que soe uma miragem num lugar que já era naturalmente refrescante.

Mas com seus problemas, frustrações e falta de avanço biográfico, O Jogo da Imitação não falha em uma coisa imprescindível: a figura central de seu filme. Afastado de outras pessoas, com braços que funcionam como uma espécie de proteção, isolado, obcecado por sua máquina e egocêntrico (é revelador quando assustado com a incapacidade de processamento de sua máquina, ele se sente angustiado), Alan Turing nunca transparece ser uma pessoa fácil ou totalmente compreensível. Em compensação, é uma figura que pode nos lembrar do tão frágil que somos e de como também buscamos sempre uma simples companhia. Aqui, a dele.


24 de janeiro de 2015

Foxcatcher: Uma História que Chocou o Mundo

Foxcatcher, EUA, 2014. Direção: Bennett Miller. Roteiro: E. Max Frye e Dan Futterman. Elenco: Steve Carell, Channing Tatum, Mark Ruffalo, Sienna Miller, Vanessa Redgrave. Duração: 129 min.
Dono de um metódo que poderíamos diagnosticar como procedural, Bennett Miller é um dos diretores mais promissores da atual indústria norte-americana. No seu novo filme, Foxcatcher, o cineasta é extremamente maduro na forma como lida com cada um de seus personagens, transformando o filme não em uma narrativa de um homem só, mas de múltiplas camadas: sociais e introspectivas. 

Neste panorama, o personagem de Channing Tatum (surpreendentemente bem) é o fio condutor da tragédia. É nele que podemos observar inteiramente o declínio americano. O semblante forte, as marcas de treinamento, sua intensidade, frieza, tudo é trocado pela facilidade do poder e suas sequelas. O poster da conquista da honra e seu patriotismo, o desejo de ser reconhecido por um defensor de seu país, culmina numa cena avassaladora em que ouvimos os gritos de USA num inesperado terreno para ele.
O irmão interpretado pelo excelente Mark Ruffalo, por outro lado, reage disciplinarmente, mas depositando os votos econômicos totalmente em sua família. É o equilíbrio entre a luxuria e a extravagância de du Pont e a ingenuidade e humildade de Mark. A queda, portanto, é maior e muito mais inesperada. Enquanto isso, é John du Pont que precisamos desvendar. O seu critério misterioso no início, a influência constante e sua transformação são resultados de um homem paradoxal. Mesmo que seu nome e fortuna compre tudo, ele segue o garoto frustrado que tenta agradar sua mãe e busca arranjar alguma companhia – duas cenas são perfeitas ilustrações, aliás: a primeira, o treinamento forjado que faz com sua equipe; noutro momento, a maneira que deposita suas expectativas em Mark, tratando-o como único amigo, mas, muito mais do que isso, ancorando-se nele para vencer a “figura” de sombra. Não à toa, é exatamente depois de brigar com sua mãe, que du Pont dirige sua raiva e frustração para a sua própria figura refletida em Mark: afinal, como ele poderia achar que estava na hora de tomar decisões?!
Carrel, assim sendo, é a força dramática da narrativa. Estabelecendo o seu olhar singelamente triste, inquieto, aliado a uma aparência de imponência frágil (o que seria conflitante por natureza), o ator é perfeito em tratar todo o declínio dos du Pont. De uma criança mimada, como mostra a cena em que, triste por não ter a metralhadora que queria em seu tanque, joga os papéis no chão, emburrado, para alguém que ‘fabrica’ as opiniões positivas sobre ele: tudo é pontuado intensamente por Carell. E é emblemático o seu olhar para o documentário que fazem sobre seu espírito de liderança, quando avalia que o belo discurso de Mark num evento de gala foi fabricado por ele. É exatamente aí que seu personagem só vê uma saída: a necessidade de deixar o seu passado e sua herança para trás. Seguir o seu próprio caminho e fazer sua própria corrida. Algo precisava mudar. Claro que, infelizmente, a solução foi a mais brutal.


20 de janeiro de 2015

Leviatã

Leviafan, Rússia, 2014. Direção: Andrey Zvyagintsev. Roteiro: Oleg Nogin e Andrey Zvyagintsev. Elenco: Elena Lyadova, Vladimir Vdovichenkov, Aleksey Serebryakov, Roman Madyanov, Anna Ukolova. Duração: 140 min. 

Indicando que uma sociedade feliz e bem servida é aquela em que bebida, carne e armas são exemplos de fartura, Leviatã é um finíssimo exemplo de como o humor negro pode intercalar o drama intenso e o colapso social e familiar. O diretor Andrey Zvyagintsev, afinal, raciocina acerca da destruição dos sonhos e futuro visualizada na demolição de uma casa. Mais que isso, analisa inteligentemente uma justiça que funciona para poucos e cria quase uma obsessão com os pequenos infratores. 

Assim, a lei sendo lida com extrema rapidez, como se fosse somente um cumprimento de metas, sem se importar com quem está sendo julgado, é um exemplo natural desse apelo; bem como o retrato de Putin com os olhos tapados no enquadramento, que salienta uma reunião na prefeitura para discutir uma chantagem. É notável, além disso, o terreno que o russo constrói para nos indicar que, sim, a justiça é ausente naquela região: numa excelente sequência com Dmitri procurando algum oficial para tratar de uma prisão ilegal. Do mesmo modo, o uso satírico da política é sempre inspirado, o que resulta no hilário tiro ao alvo com retratos de políticos. Sem contar a reveladora conversa entre um cardeal e um político, a qual denuncia dois tipos de poderes lascivos (“Você tem o seu território, eu tenho o meu!”).
Igualmente, a família também é fruto da análise do cineasta. Começando pela personagem de Elena, que se vê impedida em sua própria casa – e basta observar, neste caso, como a câmera sempre costuma ficar afastada dela, apenas se aproximando intensamente no momento em que beija Nikolai no primeiro ato; depois, as reações nos closes, onde notamos a primeira vez que Dmitri encanta Lilya (o instante em que ambos entram no mesmo quadro, bêbados e felizes. Uma felicidade que ela necessitava); e, finalmente, o despreparo familiar para lidar com perdas e instabilidade: Lilya se sentindo sufocada pelo braço do marido, o filho com complexo de édipo, a despreocupação com o paradeiro das crianças (“Onde estão os seus filhos?”), etc. 

Zvyagintsev faz do humor a sua principal arma, o que torna o desolador terceiro ato ainda mais cruel. Se num primeiro momento a briga de bêbados entre prefeito e desempregado era um gracejo popular; noutro, a sentença de que o “estado cuidará de alguém” surge amedrontadora. No tempo de instabilidade econômica, corrupção e a religião como instrumento propagador de ódio, o recado do russo acaba sendo muito mais brilhante do que poderíamos imaginar. Para ele: tudo é culpa de todos.

31 de dezembro de 2014

Os grandes (e os péssimos) filmes lançados em 2014


O cinema é uma experiência diversa, mas individual. Listas de fim de ano, claro, são espelhos de quem as produz. Como em tudo, a unanimidade não caminha de mãos dadas na crítica cinematográfica, portanto.

Nos próximos dias, o público respirará os tops mais variados e os mesmos filmes nas listas de melhores e piores. E isso é o mais fascinante: os múltiplos pontos de vistas acerca de uma mesma obra. Tudo transforma-se em subjetividade.

Aqui, você encontrará o meu espelho cinematográfico de 2014.

***

Antes de começar, entretanto, importante ressaltar:

  • Dividi os meus 10 favoritos em duas sessões: a primeira, filmes aos quais assisti em Festivais, Netflix US e Itunes; na segunda, apenas os filmes lançados comercialmente no Brasil em 2014. No segundo caso, aliás, conta-se lançamentos diretos em homevideo, televisão e netflix.
  • É a primeira vez que decidi comentar cada um dos filmes expostos na lista dos filmes lançados comercialmente no país.
  • No final do post, eu deixarei um link para a lista completa e comentada na minha página do IMDb.

Sem mais delongas:

Meus filmes favoritos de 2014:

  1. Operação Invasão 2 (The Raid 2: Berandal. Indonesia, 2014)
  2. Borgman (Idem. Holanda/Bélgica, 2013)
  3. Um Lugar na Inglaterra (A Field in England. Inglaterra, 2013)
  4. Babadook, O (The Babadook. Austrália, 2014)
  5. Calvário (Calvary. Inglaterra, 2014)
  6. Cássia (Idem. Brasil, 2014)
  7. Pequena Morte, A (The Little Death. Australia, 2014)
  8. Um Pombo Pousou Num Galho Refletindo Sobre a Existência (En Duva Satt Pa En Gren Och Funderade Pa Tillvaron. Suécia/Alemanha/Noruega/França, 2014)
  9. Leviatã (Leviafan. Rússia, 2014)
  10. Sacramento, O (The Sacrament. EUA, 2013)

Menções honrosas:




Grandes Filmes Lançados no Brasil em 2014:

Filmes que merecem menção (sem ordem):


O meu TOP 10, em ordem decrescente:

10. Mesmo Se Nada Der Certo (Begin Again. EUA, 2014)


No novo filme de Carney, a música surge como pano de fundo para sintetizar a aproximação de personagens que necessitam uns dos outros. Um filme em que as letras servem como diagnósticos.

9. Ela (Her. EUA, 2013)


Spike Jonze é brilhante em como administra nossas incertezas sobre o amor e as inúmeras camadas de nossos relacionamentos. Como controlar por quem iremos nos apaixonar? Do mesmo modo, como sentimos os nossos relacionamentos passados? Com amargura ou apenas com flashes de uma felicidade superficial? São pedaços de nós, o que encontramos em Ela.

8. Passado, O (Le passé. Irã, 2013)


Há um pessimismo intrínseco nas obras de Asghar Farhadi que transforma tramas aparentemente simples em dramas familiares pesados e essenciais. Em O Passado, o diretor flerta outra vez com a disfunção no lar de maneira orgânica e instigante.

7. Congresso Futurista, O (The Congress. Israel/Alemanha/Polônia/Lux./França/Bélgica, 2013)


Dá para supor que o longa-metragem caia no mesmo limbo de produções sci-fi subestimadas, como O Homem Duplo, ainda que seja um brilhante estudo metalinguístico de Ari Folman. No entanto, isso não importa, pois a experiência é garantidamente única.

6. Noé (Noah. EUA, 2014)


Impressiona que o filme de Darren Aronofsky nasça muito mais ambicioso do que poderia ser esperado, culminando numa resposta ferrenha à adulação cristã, além de servir como gancho para explorar diferentes camadas: familiar, social e pessoal. Partindo de um personagem que se vê entre a fé e a devoção pela família e natureza, o cineasta novamente expõe a linha-tênue entre a loucura e o sacrifício extremo.

5. Entre Nós (Idem. Brasil, 2013)


Ainda que não seja completamente doloroso, é um filme em que evidencia que, mesmo que o afastamento tome conta de nós, as brigas sejam corriqueiras e viremos jovens com depressão, apenas desejamos nos reconhecer no espelho e lembrar dos tempos de juventude antes do mundo nos ter mudado.

4. Amantes Eternos (Only Lovers Left Alive. Inglaterra/Alemanha, 2013)


A melancolia de Amantes Eternos, obra-prima de Jim Jarmusch, percorre um panorama imprevisível, instável e triste acerca do anonimato violento de duas pessoas que não pertencem a lugar nenhum, reproduzindo um tom sinistro, intenso e constantemente suicida.

3. Homem Mais Procurado, O (A Most Wanted Man. Inglaterra/EUA/Alemanha, 2014)


Cercado por traições, decepções e desespero, o solitário personagem de Philip Seymour Hoffman é uma triste e perfeita metáfora para o fim de um gênio.

2. Lobo Atrás da Porta, O (Idem. Brasil, 2013)


Brincando com as múltiplas possibilidades de uma investigação policial, Coimbra orienta sua estrutura narrativa por esta ótica – respondendo a pergunta-título de forma naturalmente assustadora.

1. Era Uma Vez em Nova York (The Immigrant. EUA, 2013)



Mergulhado num mundo de acidez, depravação e insustentabilidade, além da estética impressionante, James Gray flerta com o pessimismo da sua filmografia e renuncia ao livre-arbítrio.


Piores Filmes Lançados no Brasil em 2014:

  1. Frankenstein: Entre Anjos e Demônios (I, Frankenstein. EUA, 2014)
  2. Apocalipse, O (Left Behind. EUA, 2014)
  3. Um Conto do Destino (Winter's Tale. EUA, 2014)
  4. Justin e a Espada da Coragem (Justin and the Knights of Valour. Espanha, 2013)
  5. Isolados (Idem. Brasil, 2014)
  6. Rio, Eu Te Amo (Idem. Brasil/EUA, 2014)
  7. Roubamos Segredos – A História do WikiLeaks (We Steal Secrets: The Story of WikiLeaks. EUA, 2013)
  8. Malévola (Maleficent. EUA/Inglaterra, 2014)
  9. Quinto Poder, O (The Fifht Estate. EUA/Bélgica, 2013)
  10. Confia em Mim (Idem. Brasil, 2014)

Outras filmes que merecem menção desonrosa (sem ordem):


No IMDb, os filmes comentados: aqui.


E, abaixo, a lista completa dos filmes vistos em 2014 (com a cotação):


  1. +1 (Idem. EUA, 2013) – **
  2. 7 Caixas (7 cajas. Paraguai, 2012) – **
  3. 8mm – Oito Milímetros (8MM. EUA/Alemanha, 1999) – **
  4. 8 Mile: Rua das Ilusões (8 Mile. EUA, 2002) – ****
  5. 9/11: Day That Changed the World (Idem. EUA, 2011) – **
  6. 12 Anos de Escravidão (12 Years of Slave. EUA/Inglaterra, 2013) – ****
  7. 12 Homens e uma Sentença (12 Angry Men. EUA, 1957) – *****
  8. 13 Fantasmas (13 Ghosts. EUA, 1960) – **
  9. 20 Cigarros (Twenty Cigarettes. EUA, 2011) – *
  10. 47 Ronins (47 Ronin. EUA, 2013) – **
  11. À Caça do Monstro (The Creature Walks Among Us. EUA, 1956) – **
  12. A Liar's Autobiography: The Untrue Story of Monty Python's Graham Chapman (Idem. Inglaterra, 2012) – ****
  13. A Um Passo do Estrelato (Twenty Feet from Stardom. EUA, 2013) – ***
  14. A Field in England (Idem. Inglaterra, 2013) – *****
  15. ABC da Morte 2, O (The ABCs of Death 2. Vários, 2014) – **
  16. Abutre, O (Nightcrawler. EUA, 2014) – ***
  17. Afflicted (Idem. Canadá/EUA, 2013) – **
  18. All Cheerleaders Die (Idem. EUA, 2013) – ***
  19. All Hallows' Eve (Idem. EUA, 2013) – **
  20. Aldeia dos Amaldiçoados, A (Village of the Damned. EUA, 1960) – ****
  21. Alemão (Idem. Brasil, 2014) – **
  22. Alma de Frankenstein, A (The Ghost of Frankenstein. EUA, 1942) – **
  23. Ajuste de Contas (Grudge Match. EUA, 2013) – **
  24. Amantes Eternos (Only Lovers Left Alive. Inglaterra/Alemanha, 2013) – *****
  25. Ameaça do Outro Mundo, A (It! The Terror from Beyond Space. EUA, 1959) – **
  26. Anatomy of a Liar (Idem. Inglaterra, 2012) – ****
  27. Anina (Idem. Uruguai/Colômbia, 2013) – ****
  28. Anjos da Lei 2 (22th Street. EUA, 2014) – ***
  29. Annabelle (Idem. EUA, 2014) – ***
  30. Apocalipse, O (Left Behind. EUA, 2014) – *
  31. Aprendi a Jogar Com Você (Idem. Brasil, 2014) – ***
  32. Arma de Lizzie Borden, A (Lizzie Borden. EUA, 2014) – *
  33. Arremesso de Ouro (Million Dollar Arm. EUA, 2014) – **
  34. Asmodexia (Idem. Espanha, 2014) – **
  35. Assim na Terra Como no Céu (As Above So Below. EUA, 2014) – **
  36. At the Devil's Door (Idem. EUA, 2014) – **
  37. Ataque das Sanguessugas Gigantes (Attack of the Giant Leeches. EUA, 1959) – *
  38. Ataque dos Roedores, O (The Killer Shrews. EUA, 1959) – *
  39. Ataque Vem do Polo, O (The Giant Claw. EUA, 1957) – *
  40. Até o Fim (All Is Lost. EUA, 2013) – ****
  41. Ato de Matar, O (The Act of Killing. Dinamarca/Noruega/Inglaterra, 2013) – ****
  42. Atração Mortal (Heathers. EUA, 1988) – ****
  43. Attila Marcel (Idem. França, 2013) – ****
  44. Babadook, O (The Babadook. Austrália, 2014) – *****
  45. Badou Boy (Idem. Senegal, 1970) – ***
  46. Ben & Mickey Contra os Mortos (The Battery. EUA, 2012) – ***
  47. Big Driver (Idem. EUA, 2014) – *
  48. Blackfish: Fúria Animal (Blackfish. EUA, 2013) – ****
  49. Blue Ruin (Idem. EUA/França, 2013) – ***
  50. Boa Sorte (Idem. Brasil, 2014) – ***
  51. Bolha Assassina, A (The Blob. EUA, 1958) – ****
  52. Boneca do Diabo, A (The Devil-Doll. EUA, 1936) – ****
  53. Borgman (Idem. Holanda/Bélgica, 2013) – *****
  54. Boyhood: Da Infância à Juventude (Boyhood. EUA, 2014) – ****
  55. Branco Sai Preto Fico (Idem. Brasil, 2014) – ***
  56. Brincante (Idem. Brasil, 2014) – *
  57. Buena Vista Social Club (Idem. Cuba/Alemanha/EUA/Inglaterra/França, 1999) – *****
  58. Caçadores de Obras-Primas (The Monuments Men. EUA/Alemanha, 2014) – ***
  59. Cadáver Atômico, O (Creature with the Atom Brain. EUA, 1955) – **
  60. Calvário (Calvary. Inglaterra, 2014) – *****
  61. Campo de Jogo (Idem. Brasil, 2014) – ***
  62. Canal, O (The Canal. Irlanda, 2014) – ***
  63. Canções, As (Idem. Brasil, 2011) – ****
  64. Capitão América 2: O Soldado Invernal (Captain America: The Winter Soldier. EUA, 2014) – **
  65. Carnival of Souls (Idem. EUA, 1962) – *****
  66. Carrossel da Esperança (Jour de fête. França, 1949) – ***
  67. Casa de Tolerância, A (The Seasoning House. Inglaterra, 2012) – **
  68. Casa do Fim dos Tempos, A (La casa del fin de los tiempos. Venezuela, 2013) – **
  69. Casa dos Maus Espíritos, A (House on Haunted Hill. EUA, 1959) – ****
  70. Casa Grande (Idem. Brasil, 2014) – ****
  71. Cássia (Idem. Brasil, 2014) – *****
  72. Cavalos e Homens (Hross Í Oss. Islândia/Alemanha, 2014) – ***
  73. Caverna, A (La Cueva. Espanha, 2014) – **
  74. Cérebro do Planeta Arous, O (The Brain from Planet Arous. EUA, 1957) – ***
  75. Cérebro Que Não Queria Morrer, O (The Brain That Wouldn't Die. EUA, 1962) – **
  76. Cinco Centímetros por Segundo (Byôsoku 5 senchimêtoru. Japão, 2007) – ****
  77. Cine Holliúdy (Idem. Brasil, 2012) – **
  78. Circo dos Horrores (Circus of Horrors. Inglaterra, 1960) – ***
  79. Círculo, O (Der Kreis. Suíça, 2014) – ***
  80. Charle's Bradley: Soul of America (Idem. EUA, 2012) – ***
  81. Cheap Thrills (Idem. EUA, 2013) – ****
  82. Chef (Idem. EUA, 2014) – ****
  83. Cloverfield – Monstro (Cloverfield. EUA, 2008) – ****
  84. Clube de Compras Dallas (Dallas Buyers Club. EUA, 2013) – ***
  85. Coherence (Idem. EUA/Inglaterra, 2013) – ****
  86. Colisão: Christopher Hitchens vs. Douglas Wilson (Collision: Hitchens vs Wilson. EUA, 2009) – ***
  87. Come Out and Play (Idem. México, 2014) – **
  88. Comedores de Cérebros (The Brain Eaters. EUA, 1958) – **
  89. Como Perder um Homem em Dez Dias (How to Lose a Guy in 10 days. EUA, 2003) – **
  90. Con Air – A Rota de Fuga (Con Air. EUA, 1997) – ***
  91. Concaine Unwrapped (Idem. EUA, 2011) – ****
  92. Confia em Mim (Idem. Brasil, 2014) – *
  93. Congresso Futurista, O (The Congress. Israel/Alemanha/Polônia/Lux./França/Bélgica, 2013) – *****
  94. Corvo, O (The Raven. EUA, 1935) – ***
  95. Coutinho, 7 de outubro (Idem. Brasil, 2014) – ***
  96. Crimes do Museu, Os (Mystery of the Wax Museum. EUA, 1933) – **
  97. Critico (Idem. Brasil, 2008) – ****
  98. Cru (Idem. Brasil, 2013) – **
  99. Crystal Lake Memories: The Complete History of Friday the 13th (Idem. EUA, 2013) – ****
  100. Culpa é das Estrelas, A (The Fault in Our Stars. EUA, 2014) – **
  101. Cutie and the Boxer (Idem. EUA, 2013) – ***
  102. Dark Touch (Idem. França/Irlanda/Suécia, 2013) – ***
  103. Darkman – Vingança Sem Rosto (Darkman. EUA, 1990) – ****
  104. Debi & Lóide 2 (Dumber and Dumber To. EUA, 2014) – **
  105. Despedida, A (Idem. Brasil, 2014) – *****
  106. Detetive D: O Dragão do Mar (Di Renjie: Shen Du Long Wang. China, 2013) – *
  107. Deus Abençoe a Islândia (Guö blessi Ísland. Islândia/Alemanha/Suécia, 2009) – **
  108. Diabólicas, As (Les diaboliques. França, 1955) – *****
  109. Doc of the Dead (Idem. EUA, 2014) – ***
  110. Dois Dias, Uma Noite (Deux Jours, Une Nuit. França, 2014) – *****
  111. Domínio: Prequela do Exorcista (Dominion: Prequel to the Exorcist. EUA, 2005) – **
  112. Dr. Gogol – O Médico Louco (Mad Love. EUA, 1935) – ****
  113. Duas Irmãs, Uma Paixão (Die geliebten Schwestern. Alemanha, 2014) – *
  114. Duplo, O (The Double. Inglaterra, 2013) – **
  115. Edgar Allan Poe: Love, Death, and Women (Idem. Inglaterra, 2010) – **
  116. Ela (Her. EUA, 2013) – *****
  117. Em Qualquer Outro Lugar (Anderswo. Alemanha, 2014) – ****
  118. Entre Nós (Idem. Brasil, 2013) – *****
  119. Era Uma Vez em Nova York (The Immigrant. EUA, 2013) – *****
  120. Escorpião Negro, O (The Black Scorpion. EUA, 1957) – *
  121. Escritor Fantasma, O (The Ghost Writer. França/Alemanha/Inglaterra, 2010) – *****
  122. Escuderia do Poder (Fast Company. Canada, 1979) – **
  123. Escudo de Palha (Wara no tate. Japão, 2013) – **
  124. Espelho, O (Oculus. EUA, 2013) – **
  125. Espetacular Homem-Aranha, O: A Ameaça de Electro (The Amazing Spider-Man 2. EUA, 2014) – ***
  126. Espinha do Diabo, A (El espinazo del diablo. Espanha/México, 2001) – ****
  127. Estranha Cor das Lágrimas de Seu Corpo, A (L'étrange couleur des larmes de ton corps. Bélgica/França/Luxemburgo, 2013) – *****
  128. Estranho de um Mundo Perdido, O (X: The Unknown. Inglaterra, 1956) – ***
  129. Eu Conheço Essa Voz (I Know That Voice. EUA, 2013) – ****
  130. Everything or Nothing (Idem. EUA, 2012) – ***
  131. Evidências (Evidence. EUA, 2013) – *
  132. Evil Feed (Idem. Canada, 2014) – **
  133. Excision (Idem. EUA, 2013) – ****
  134. Exercício do Caos, O (Idem. Brasil, 2013) – **
  135. Exists (Idem. EUA, 2014) – **
  136. Exorcista, O (The Exorcist. EUA, 1973) – *****
  137. Exterminador do Futuro, O (The Terminator. EUA, 1984) – ****
  138. Face do Mal, A (Haunt. EUA, 2014) – *
  139. Falando Com Deuses (Words With Gods. Vários, 2014) – **
  140. Fantasma da Ópera, O (Phantom of the Opera. EUA, 1943) – **
  141. Fantasma de Mora Tau, O (Zombies of Mora Tau. EUA, 1957) – **
  142. Feu: Crazy Horse Paris (Idem. França, 2012) – ***
  143. Filha (Dukhtar. Paquistão, 2014) – ***
  144. Filha de Dracula, A (Dracula's Daughter. EUA, 1936) – **
  145. Filho do Dracula, O (Son of Dracula. EUA, 1943) – **
  146. Filho de Frankenstein, O (Son of Frankenstein. EUA, 1939) – *****
  147. Fim de uma Era, O (Idem. Brasil, 2014) – **
  148. Flag Wars (Idem. EUA, 2003) – ***
  149. Força Diabólica (The Tingler. EUA, 1959) – **
  150. Foxcatcher (Idem. EUA, 2014) – ****
  151. Frankenstein Encontra o Lobisomem (Frankenstein meets the Wolfman. EUA, 1943) – **
  152. Frankenstein: Entre Anjos e Demônios (I, Frankenstein. EUA, 2014) – *
  153. Fruitvale Station: A Última Parada (Fruitvale Station. EUA, 2013) – ****
  154. Gangue, A (Plemya. Ucrânia, 2014) – ****
  155. Garota Exemplar (Gone Girl. EUA, 2014) – ****
  156. Gata Velha Ainda Mia (Idem. Brasil, 2014) – **
  157. Gato Preto, O (The Black Cat. EUA, 1934) – ***
  158. Getúlio (Idem. Brasil, 2014) – **
  159. Getúlio Vargas (Idem. Brasil, 1974) – **
  160. Godzilla (Gojira. Japão, 1954) – ****
  161. Godzilla (Idem. EUA/Japão, 2014) – ***
  162. Golpe por Golpe (Coup Pour Coup. França, 1972) – **
  163. Grande Escolha, A (Draft Day. EUA, 2014) – **
  164. Grande Herói, O (Lone Survivor. EUA, 2013) – ***
  165. Grande Hotel Budapeste, O (The Grand Budapest Hotel. EUA/Alemanha/Inglaterra, 2014) – ****
  166. Grito de Pavor (Scream of Fear. EUA, 1961) – ***
  167. Guardiões da Galáxia (Guardians of the Galaxy. EUA, 2014) – **
  168. Guerra Entre Planetas (This Island Earth. EUA, 1955) – ***
  169. Guerra dos Mundos, A (The War of the Worlds. EUA, 1953) – ****
  170. Guerras Sujas (Dirty Wars. EUA/Afeganistão/Iraque/Quênia/Somália/Iêmen, 2013) – ***
  171. Hamlet (Idem. Inglaterra/EUA, 1996) – *****
  172. Hamlet (Idem. Inglaterra, 2009) – ****
  173. Hank: 5 Anos Depois do Colapso (Hank: 5 Years from the Brink. EUA, 2013) – ****
  174. Hércules no Centro da Terra (Ercole al centro della Terra. Itália, 1961) – ***
  175. Hiroshima, Meu Amor (Hiroshima, mon amour. França/Japão, 1959) – *****
  176. História de Amor no Texas (Ain't Them Bodies Saints. EUA, 2013) – ***
  177. Homem do Prego, O (The Pawnbroker. EUA, 1964) – *****
  178. Homem Duplicado, O (Enemy. Canadá/Espanha, 2013) – ***
  179. Homem-Leopardo, O (The Leopard Man. EUA, 1943) – ****
  180. Homem Mais Procurado, O (A Most Wanted Man. Inglaterra/EUA/Alemanha, 2014) – *****
  181. Homem que Enganou a Morte, O (The Man Who Could Cheat Death. Inglaterra, 1959) – ***
  182. Horror Vem do Espaço, O (Fiend Without a Face. EUA, 1959) – ***
  183. Horrores do Museu Negro (Horrors of the Black Museum. Inglaterra, 1959) – **
  184. Hotel da Morte (The Innkeepers. EUA, 2011) – ****
  185. Hotel do Horror (Horror Hotel. Inglaterra, 1960) – ****
  186. Housebound (Idem. Nova Zelândia. 2014) – ****
  187. I Was a Teenage Werewolf (Idem. EUA, 1957) – **
  188. Ilha do Pavor, A (Attack of the Crab Monsters. EUA, 1957) – **
  189. Imagem Que Falta, A (L'image manquante. Camboja/França, 2013) – *****
  190. Incrível Homem que Encolheu, O (The Incredible Shrinking Man. EUA, 1957) – *****
  191. Inocentes, Os (The Innocents. EUA//Inglaterra, 1961) – *****
  192. Inquilino Sinistro, O (The Lodger: A Story of the London Fog. Inglaterra, 1927) – ****
  193. Inside Llewyn Davis – Balada de um Homem Comum (Inside Llewyn Davis. EUA/Inglaterra/França, 2013) – *****
  194. Interestelar (Interstellar. EUA/Inglaterra, 2014) – **
  195. Invasores de Marte (Invaders from Mars. EUA, 1953) – *
  196. Isolados (Idem. Brasil, 2014) – *
  197. Jack (Idem. Alemanha, 2014) – *****
  198. Jamie Marks Está Morto (Jamie Marks Is Dead. EUA, 2014) – *
  199. Jardim das Palavras, O (Koto no há no niwa. Japão, 2013) – ****
  200. Jauja (Idem. Vários, 2014) – **
  201. Jia Zhangke, Um Homem de Fenyang (Jia Zhangke, Un Gars de Fenyang. Brasil, 2014) – *****
  202. Jigoku (Idem. Japão, 1960) – ****
  203. Jimi Hendrix: Hear My Train a Comin' (Idem. EUA, 2013) – **
  204. Joe (Idem. EUA, 2013) – ****
  205. Jogos Vorazes: A Esperança – Parte 1 (The Hunger Games: Mockingjay. EUA, 2014) – **
  206. Johnny Carson: King of Late Night (Idem. EUA, 2012) – *****
  207. Johnny Cash: O Último Grande Americano (Johnny Cash: The Last Great American. Inglaterra, 2004) – *****
  208. Juiz, O (The Judge. EUA, 2014) – **
  209. Jug Face (Idem. EUA, 2013) – **
  210. Justin e a Espada da Coragem (Justin and the Knights of Valour. Espanha, 2013) – **
  211. Killers (Idem. Indonesia/EUA, 2014) – ***
  212. Labirinto de Kubrick, O (Room 237. EUA, 2012) – ***
  213. Las brujas de Zugarramurdi (Idem. Espanha/França, 2013) – **
  214. Lawrence da Arábia (Lawrence of Arabia. EUA, 1962) – *****
  215. Leviatã (Leviafan. Rússia, 2014) – *****
  216. Leviathan (Idem. França/Inglaterra/EUA, 2012) – ****
  217. Life Itself – A Vida de Roger Ebert (Life itself. EUA, 2014) – *****
  218. Life May Be (Idem. Inglaterra/Irã, 2014) – *
  219. Livrai-nos do Mal (Deliver Us From Evil. EUA, 2014) – ***
  220. Lobisomem, O (The Werewolf. EUA, 1956) – **
  221. Lobisomem de Londres, O (Werewolf of London. EUA, 1935) – ***
  222. Lobo Atrás da Porta, O (Idem. Brasil, 2013) – *****
  223. Lobo de Wall Street, O (The Wolf of Wall Street. EUA, 2013) – ****
  224. Locke (Idem. EUA, 2014) – *****
  225. Loja dos Horrores, A (The Little Shop of Horrors. EUA, 1960) – ****
  226. Love Project (Idem. Canada, 2014) – *
  227. Lua de Mel (Honeymoon. EUA, 2014) – ****
  228. Luneta do Tempo, A (Idem. Brasil, 2014) – ***
  229. Magia ao Luar (Magic in the Moonlight. EUA, 2014) – ***
  230. Maldição de Frankenstein, A (The Curse of Frankenstein. Inglaterra, 1957) – ****
  231. Maldição de Lobisomem (The Curse of the Werewolf. EUA, 1961) – **
  232. Maldição da Múmia, A (The Mummy's Curse. EUA, 1944) – **
  233. Maldição do Demônio, A (Le Masque du Démon. Itália, 1960) – *****
  234. Malévola (Maleficent. EUA/Inglaterra, 2014) – *
  235. Mandela – O Caminho Para a Liberdade (Mandela: Long Walk to Freedom. Inglaterra/África do Sul, 2013) – ***
  236. Mansão de Frankenstein, A (House of Frankenstein. EUA, 1944) – **
  237. Mão e a Luva, A – A História de um Traficante de Livros (Idem. Brasil, 2010) – ***
  238. Mar Negro (Idem. Brasil, 2014) – *****
  239. Marca do Medo, A (The Quiet Ones. Inglaterra, 2014) – ***
  240. Marca do Vampiro, A (Mark of the Vampire. EUA, 1935) – ****
  241. Maria Bethânia: Música é Perfume (Idem. Brasil, 2005) – ****
  242. Máscara do Horror, A (Mr. Sardonicus. EUA, 1961) – **
  243. Mataram Meu Irmão (Idem. Brasil, 2013) – ***
  244. Mea Maxima Culpa: Silêncio na Casa de Deus (Mea Maxima Culpa: Silence in the House of God. EUA/Inglaterra, 2012) – *****
  245. Medo (In Fear. Inglaterra, 2013) – **
  246. Medo, O (La Por. Espanha, 2013) – ****
  247. Melhor Lance, O (La migliore offerta. Itália, 2013) – ****
  248. Memórias de Salinger (Salinger. EUA, 2013) – **
  249. Menino da Internet: A História de Aaron Swartz, O (The Internet's Own Boy. EUA, 2014) – *****
  250. Menino no Espelho, O (Idem. Brasil, 2014) – *****
  251. Mercado de Notícias, O (Idem. Brasil, 2014) – ***
  252. Mercenários 3, Os (The Expendables 3. EUA, 2014) – **
  253. Mesmo Se Nada Der Certo (Begin Again. EUA, 2014) – *****
  254. Metallica: Some Kind of Monster (Idem. EUA, 2004) – *****
  255. Miami Vice (Idem. EUA, 2006) – ****
  256. Mischief Night (Idem. EUA, 2013) – **
  257. Miss Representation (Idem. EUA, 2011) – **
  258. Mitt (Idem. EUA, 2014) – ***
  259. Mockingbird (Idem. EUA, 2014) – *
  260. Monstro da Bomba H, O (Bijo to Ekitainingen. Japão, 1958) – ***
  261. Monstro da Lagoa Negra, O (Creature from the Black Lagoon. EUA, 1954) – ***
  262. Monstro da Morgue Sinistra, O (The Flesh and the Fiends. Inglaterra, 1960) – ****
  263. Monstro de Mil Olhos, O (Return of the Fly. EUA, 1959) – **
  264. Monstro do Ártico, O (The Thing from another world!. EUA, 1951) – ***
  265. Monstro do Himalaia, O (The Abominable Snowman. EUA, 1957) – ***
  266. Monstro do Mar, O (The Beast From 20,000 Fathoms. EUA, 1953) – ***
  267. Monstro do Mar Revolto, O (It Came from Beneath the Sea. EUA, 1955) – **
  268. Monstro Gigante de Gila, O (The Giant Gila Monster. EUA, 1959) – *
  269. Morta-Viva, A (I Walked with a Zombie. EUA, 1943) – *****
  270. Mosca da Cabeça Branca, A (The Fly. EUA, 1958) – ****
  271. Motivação Zero (Zero Motivation. Israel/França, 2014) – **
  272. Muitos Homens Num Só (Idem. Brasil, 2014) – **
  273. Mulher de 15 Metros, A (Attack of the 50 ft. Woman. EUA, 1958) – *
  274. Múmia, A (The Mummy. Inglaterra, 1959) – ***
  275. Muppets 2: Procurados e Amados (Muppets: Most Wanted. EUA, 2014) – **
  276. Muralhas do Pavor (Tales of Terror. EUA, 1962) – ***
  277. My Amityville Horror (Idem. EUA, 2012) – **
  278. Na Solidão da Noite (Dead of Night. Inglaterra, 1945) – *****
  279. Nabat (Idem. Azerbaijão, 2014) – ***
  280. Não Adianta Fugir (Hit and Run. EUA, 2009) – *
  281. Nashville (Idem. EUA, 1975) – *****
  282. Nebraska (Idem. EUA, 2013) – *****
  283. Night of the Eagle (Idem. EUA, 1962) – ***
  284. Nightmare Factory (Idem. EUA, 2011) – ****
  285. Ninho Familiar (Családi tüzfészek. Hungria, 1979) – ****
  286. Ninfomaníaca: Volume 1 (Nymphomaniac. Dinamarca/Alemanha/França/Bélgica/Inglaterra, 2013) – ****
  287. Ninfomaníaca: Volume 2 (Nymphomaniac: Vol. II. Dinamarca/Alemanha/França/Inglaterra, 2013) – ****
  288. No Limite do Amanhã (Edge of Tomorrow. EUA/Austrália, 2014) – ***
  289. Noé (Noah. EUA, 2014) – *****
  290. Noite Decisiva (Betoniyo. Finlândia, 2013) – **
  291. Noite do Demônio, A (Night of the Demon. Inglaterra, 1957) – ****
  292. Noites Brancas no Píer (Nuits Blanches Sur La Jetée. França, 2014) – *
  293. Noiva do Monstro, A (Bride of the Monster. EUA, 1955) – *
  294. Noivas do Vampiro, As (Brides of Dracula. Inglaterra, 1960) – **
  295. Not of This Earth (Idem. EUA, 1957) – ***
  296. Nothing Bad Can Happen (Tore tanzt. Alemanha, 2013) – ***
  297. Nurse 3-D (Idem. EUA, 2013) – **
  298. Obra (Idem. Brasil, 2014) – ***
  299. Obsessão Macabra (Premature Burial. EUA, 1962) – ***
  300. Ódio que Mata (The Lodger. EUA, 1944) – ***
  301. Olhos de Serpente (Snake Eyes. EUA, 1998) – **
  302. Olhos Diabólicos (La fille qui en savait trop. Itália, 1963) – ****
  303. Olhos Sem Rosto (Les Yeux Sans Visage. França/Itália, 1960) – *****
  304. Onda, A (Die Welle. Alemanha, 2008) – ***
  305. Onde o Diabo Se Esconde (Where the Devil Hides/The Devil's Hand. EUA, 2013) – *
  306. Open Grave (Idem. EUA, 2013) – ***
  307. Operação Invasão 2 (The Raid 2: Berandal. Indonesia, 2014) – *****
  308. Operação Sombra – Jack Ryan (Jack Ryan: Shadow Recruit. EUA/Rússia, 2014) – **
  309. Opium (Idem. França, 2013) – **
  310. Oslo, 31 de agosto (Oslo, 31.august. Noruega, 2011) – ****
  311. Palavras Duras (Bad Words. EUA, 2014) – **
  312. Pânico (Scream. EUA, 1996) – *****
  313. Pânico 2 (Scream 2. EUA, 1997) – ****
  314. Pânico 3 (Scream 3. EUA, 2000) – ***
  315. Pânico 4 (Scream 4. EUA, 2011) – ****
  316. Pânico na Escola (Detention. EUA, 2011) – ****
  317. Park Avenue: Money, Power and the American Dream (Idem. EUA, 2012) – **
  318. Passado, O (Le passé. Irã, 2013) – *****
  319. Pássaro Branco na Nevasca (White Bird in a Blizzard. França/EUA, 2014) – **
  320. Patrick (Idem. Austrália, 2013) – **
  321. Patrulha Fantasma, A (Captain Clegg. Inglaterra, 1962) – ***
  322. Pequena Morte, A (The Little Death. Austrália, 2014) – *****
  323. Pequena Vendedora de Soleil, A (La petite vendeuse de soleil. Senegal, 1999) – ****
  324. Pequenas Atrações (Male Stluczki. Polônia, 2014) – **
  325. Perfect Sisters (Idem. Canadá, 2014) – **
  326. Perseguição Virtual (Open Windows. Espanha/EUA, 2014) – ***
  327. Philomena (Idem. Inglaterra/EUA/França, 2013) – **
  328. Planeta dos Macacos: O Confronto (Dawn of the Planet of the Apes. EUA, 2014) – ****
  329. Planeta Proibido (Forbidden Planet. EUA, 1956) – *****
  330. Plano 9 do Espaço Sideral (Plan 9 from Outer Space. EUA, 1959) – *
  331. Poder Invisível, O (The Invisible Ray. EUA, 1936) – **
  332. Poltergeist – O Fenômeno (Poltergeist. EUA, 1982) – *****
  333. Pontypool (Idem. Canadá, 2008) – *****
  334. Possessão de Michael King, A (The Possession of Michael King. EUA, 2014) – **
  335. Por uns Dólares a Mais (Per qualche dollaro in più. Itália/Espanha/Alemanha,1965) – *****
  336. Potes, Panelas e Outras Soluções (Pots, Pans and Other Solutions. Portugal, 2012) – **
  337. Power Rangers: O Filme (Mighty Morphin Power Rangers: The Movie. EUA/Japão/Austrália, 1995) – ***
  338. Praia do Futuro (Idem. Brasil, 2014) – ***
  339. Procedimento Operacional Padrão (Standard Operating Procedure. EUA, 2008) – *****
  340. Profecia – A África de Pasolini (Profezia. L'Africa Di Pasolini. Itália, 2013) – **
  341. Professora do Jardim de Infância, A (Haganenet. Israel/França, 2014) – ****
  342. Quando Eu Era Vivo (Idem. Brasil, 2014) – ****
  343. Quando O Jogo Está Alto (When the Game Stands Tall. EUA, 2014) – **
  344. Queen and Country (Idem. Inglaterra, 2014) – *
  345. Quinto Poder, O (The Fifht Estate. EUA/Bélgica, 2013) – *
  346. Raptus – O Diabólico Dr. Hichcock (L'orribile segreto del Dr. Hichcock. Itália, 1962) – ***
  347. Raze (Idem. EUA, 2013) – *
  348. Refúgio, O (Le refuge. França, 2009) – ***
  349. Renascimento do Parto, O (Idem. Brasil, 2013) – ****
  350. Retiro do Drácula, O (House of Dracula, EUA, 1945) – *
  351. Retornados (The Returned. Espanha/Canadá, 2013) – ****
  352. Retorno a Ítaca, O (Retour à Ithaque. França, 2014) – ****
  353. Retorno de Antígona, O (Na Kathese Kai Na Koitas. Grécia, 2013) – ****
  354. Revanche do Monstro, A (Revenge of the Creature. EUA, 1955) – ***
  355. Revelando Sebastião Salgado (Idem. Brasil, 2012) – ***
  356. Rigor Mortis (Geung si. Hong Kong, 2013) – **
  357. Rio 2 (Idem. EUA, 2014) – **
  358. Rio, Eu Te Amo (Idem. Brasil/EUA, 2014) – *
  359. Robô Alienígena, O (Robot Monster. EUA, 1953) – *
  360. RoboCop (Idem. EUA, 2014) – ****
  361. Rosas de Sangue (Blood Roses. EUA, 1960) – **
  362. Rota de Fuga (Escape Plan. EUA, 2013) – **
  363. Roubamos Segredos – A História do WikiLeaks (We Steal Secrets: The Story of WikiLeaks. EUA, 2013) – **
  364. Sacramento, O (The Sacrament. EUA, 2013) – ****
  365. Saga do Judô, A (Sugata Sanshirô. Japão, 1943) – ***
  366. Saint of 9/11 (Idem. EUA, 2006) – **
  367. Sangue de Pantera (Cat People. EUA, 1942) – ****
  368. Santo Forte (Idem. Brasil, 1999) – ****
  369. Scream: The Inside Story (Idem. EUA, 2011) – ***
  370. Se Eu Ficar (If I Stay. EUA, 2014) – **
  371. Serra Pelada – A Lenda da Montanha de Ouro (Idem. Brasil, 2013) – ****
  372. Sétima Vítima, A (The Seventh Victim. EUA, 1943) – ****
  373. Sex Tape – Gravação do Medo (Sxtape. EUA, 2013) – ***
  374. Sex Tape: Perdido na Nuvem (Sex Tape. EUA, 2014) – **
  375. Silêncio nas Trevas (The Spiral Staircase. EUA, 1945) – ****
  376. Simon Killer (Idem. França/EUA, 2012) – ***
  377. Sinal, O (The Signal. EUA, 2014) – **
  378. Sinfonia da Necrópole (Idem. Brasil, 2014) – ****
  379. Sleepwalk with Me (Idem. EUA, 2012) – ***
  380. Sob a Pele (Under the Skin. EUA, 2013) – ****
  381. Sobrenatural (Insidious. EUA, 2010) – ****
  382. Sobrenatural: Capítulo 2 (Insidious: Chapter 2. EUA, 2013) – ***
  383. Solar das Almas Perdidas, O (The Uninvited. EUA, 1944) – ****
  384. Solar Maldito, O (House of Usher. EUA, 1960) – ****
  385. Sombra da Múmia, A (The Mummy's Ghost. EUA, 1944) – *
  386. Somos o que Somos (We Are What We Are. EUA, 2013) – **
  387. Somos o que Somos (Somos lo que hay. México, 2010) – **
  388. Sonhos Roubados (Idem. Brasil, 2009) – ***
  389. Stab 4: Fresh Blood (Idem. EUA, 2010) – *
  390. Stab 5 (Idem. EUA, 2011) – *
  391. Stab 6: Ghostface Returns (Idem. EUA, 2012) – *
  392. Stage Fright (Idem. Canada, 2014) – ****
  393. Starry Eyes (Idem. EUA, 2014) – ****
  394. Sujeito a Termos e Condições (Terms and Conditions May Apply. EUA, 2013) – ****
  395. Summer of Blood (Idem. EUA, 2014) – **
  396. Tangerinas (Mandariinid. Geórgia/Estônia, 2013) – ****
  397. Tara Maldita (The Bad Seed. EUA, 1956) – *****
  398. Tarântula (Tarantula. EUA, 1955) – *
  399. Teodorico, O Imperador do Sertão (Idem. Brasil, 1978) – ***
  400. Templo do Pavor, O (The Mole People. EUA, 1956) – **
  401. Temporário 12 (Short Term 12. EUA, 2013) – ****
  402. Terror que Mata (The Quatermass Xperiment. Inglaterra, 1955) – ****
  403. The Alligator People (Idem. EUA, 1959) – **
  404. The Borderlands (Idem. Inglaterra, 2013) – **
  405. The Deadly Mantis (Idem. EUA, 1957) – *
  406. The Improv: 50 Years Behind the Brick Wall (Idem. EUA, 2014) – *****
  407. The Jeffrey Dahmer Files (Idem. EUA, 2012) – ***
  408. The Last Showing (Idem. EUA, 2014) – **
  409. The Lunchbox (Dabba. India, 2013) – ****
  410. The Oath (Idem. EUA, 2010) – ****
  411. The Pleasure Garden (Idem. Inglaterra/Alemanha, 1925) – ***
  412. The Real Hank Williams (Idem. Inglaterra, 2013) – ***
  413. The Rover – A Caçada (The Rover. Austrália/EUA, 2014) – ****
  414. The Square (Al Midan. Egito/EUA, 2013) – ****
  415. The Taking (Idem. EUA, 2014) – **
  416. The Town That Dreaded Sundown (Idem. EUA, 2014) – **
  417. The Trollenberg Terror (Idem. Inglaterra, 1958) – **
  418. They Came Together (Idem. EUA, 2014) – **
  419. Toad Road (Idem. EUA, 2012) –**
  420. Toque de Mestre (Grand Piano. Espanha, 2013) – ***
  421. Tortura do Medo, A (Peeping Tom. Inglaterra, 1960) – *****
  422. Trapaça (American Hustle. EUA, 2013) – **
  423. Tristeza e Alegria (Sorg og glaede. Dinamarca, 2013) – ***
  424. Tropa de Elite (Idem. Brasil, 2007) – *****
  425. Trovão Tropical (Tropic Thunder. EUA, 2008) – ****
  426. Tsili (Idem. Israel, 2014) – **
  427. Tubarão 2 (Jaws 2. EUA, 1978) – *
  428. Tudo Que Amamos Profundamente (Everything We Loved. Nova Zelândia, 2014) – ****
  429. Tudo o Que Você Sempre Quis Saber Sobre Sexo e Tinha Medo de Perguntar (Everything You Always Wanted to Know About Sex * But Were Afraid to Ask. EUA, 1972) – ***
  430. Tudo por Dinheiro (Two for the Money. EUA, 2005) – ***
  431. Tudo por Justiça (Out of the Furnace. EUA, 2013) – **
  432. Tumba da Múmia, A (The Mummy's Tomb. EUA, 1942) – **
  433. Túmulo Vazio, O (The Body Snatcher. EUA, 1945) – ****
  434. Tusk (Idem. EUA, 2014) – *
  435. Último Concerto, O (A Late Quartet. EUA, 2012) – **
  436. Um Brinde À Amizade (Drinking Buddies. EUA, 2013) – ***
  437. Um Brinde À Vida! (Auf Das Leben!. Alemanha, 2014) – **
  438. Um Conto do Destino (Winter's Tale. EUA, 2014) – *
  439. Um Corpo Que Cai (Vertigo. EUA, 1958) – *****
  440. Um Dia na Vida (Idem. Brasil, 2010) – *****
  441. Um Estranho no Lago (L'inconnu du lac. França, 2013) – ****
  442. Um Homem de Família (The Family Man. EUA, 2000) – **
  443. Um Pombo Pousou Num Galho Refletindo Sobre a Existência (En Duva Satt Pa En Gren Och Funderade Pa Tillvaron. Suécia/Alemanha/Noruega/França, 2014) – *****
  444. Um Time Show de Bola (Metegol. Espanha/Argentina, 2013) – ***
  445. Uma Aventura Lego (The Lego Movie. Austrália/EUA/Dinamarca, 2014) – *****
  446. Uma Breve História do Tempo (A Brief History of Time. Inglaterra/Japão/EUA, 1991) – ****
  447. Uma Noite de Crime (The Purge. EUA, 2013) – ***
  448. Uma Noite de Crime: Anarquia (The Purge: Anarchy. EUA, 2014) – ****
  449. Uma Vida Comum (Still Life. Inglaterra/Itália, 2013) – ****
  450. Under African Skies (Idem. EUA/Africa do Sul, 2012) – *****
  451. Upstream Color (Idem. EUA, 2013) – ****
  452. V/H/S: Viral (Idem. EUA, 2014) – **
  453. Vale Sombrio, O (Das Finstere Tal. Áustria/Alemanha, 2014) – ****
  454. Vamos Fazer Dinheiro (Let's Make Money. Austria, 2008) – **
  455. Vampiro, O (Vampyr. Alemanha, 1932) – *****
  456. Vampiro, O (The Vampire Bat. EUA, 1933) – **
  457. Vampiro da Noite, O (Dracula. Inglaterra, 1958) – ****
  458. Vampiros de Almas (Invasion of the Body Snatchers. EUA, 1956) – ****
  459. Vapor Humano (Gasu ningen dai 1 gô. Japão, 1960) – **
  460. Veio do Espaço (It Came From Outer Space. EUA, 1953) – ***
  461. Verão da Minha Vida, O (The Way Way Back. EUA, 2013) – ****
  462. Viagem ao Planeta Proibido (The Angry Red Planet. EUA, 1959) – **
  463. Viagem de Yoani, A (Idem. Brasil, 2014) – *****
  464. Viagem Sem Volta (Magic Magic. Chile/EUA, 2013) – ****
  465. Vic + Flo Viram Um Urso (Vic + Flo ont vu un ours. Canada, 2013) – ***
  466. Vida Invisível, A (Idem. Portugal, 2014) – **
  467. Vingança de Frankenstein, A (The Revenge of Frankenstein. Inglaterra, 1958) – *****
  468. Vingança do Homem Invisível, A (The Invisible Man's Revenge. EUA, 1944) – *
  469. Vizinhos (Neighbors. EUA, 2014) – ***
  470. Você é o Próximo (You're Next. EUA, 2011) – ***
  471. Volta de Dracula, A (The Devil Bat. EUA, 1940) – *
  472. Volta do Homem Invisível, A (The Invisible Man Returns. EUA, 1940) – ***
  473. Voz de uma Geração, A (In a World..., EUA, 2013) – ****
  474. X-Men – Dias de um Futuro Esquecido (X-men – Days of a Future Past. EUA, 2014) – ****
  475. Xi you (Idem. França/Taiwan, 2014) – ***
  476. Watchmen – O Filme (Watchmen. EUA, 2009) – ****
  477. Wheel of Time (Idem. Alemanha/Austria/Itália, 2003) – ****
  478. Whitey: EUA versus James J. Bulger (Whitey: United States of America v. James J. Bulger. EUA, 2014) – ****
  479. Willow Creek (Idem. EUA, 2013) – ****
  480. Winter Sleep (Kis Uykusu. Turquia/Alemanha/França, 2014) – *****
  481. Wolf Creek 2 (Idem. Austrália, 2013) – ***
  482. Zaroff, O Caçador de Vidas (The Most Dangerous Game. EUA, 1932) – ****
  483. Zumbi, A Legião dos Mortos (White Zombie. EUA, 1932) – ***