17 de setembro de 2007

A Colheita do Mal


Na entrevista que fiz com o pessoal que acessa o blog , uma das perguntas mais frequentes foi como "nós" criticos classificamos um filme "cinco estrelas". Para mim ao menos , o filme tem que ser informativo e a informação tem de vir com sutileza , além de apresentar os personagens de forma adequada e ao mesmo tempo fazer com que nós nos importarmos com eles ; a proposta deve ser interessante , e também original. Infelizmente a Colheita do Mal não segue nenhuma destas propostas.

Katherine Winter (Hilary Swank) era uma missionária cristã, mas perdeu a fé após ver sua família ser brutalmente assassinada. Com isto ela passou a se dedicar a desmascarar supostos fenômenos paranormais, tarefa esta que lhe trouxe fama. Katherine é chamada para investigar estranhos acontecimentos numa pequena cidade em Louisiana, que, aparentemente, está sofrendo das pragas bíblicas. Ao investigar o caso, ela passa a acreditar que a ciência não pode explicar o que está ocorrendo ali e que, para ajudar os moradores locais, ela precisa recuperar sua própria fé.

O filme é dirigido por Stephen Hopkins(Perdidos no Espaço , Predador 2 , Sob Suspeita); e já mostra sua incompetência no começo do filme. Não consegue colocar a trilha na hora certa no primeiro ato , e tenta fazer revelações em má hora. A montagem já erra na primeira passagem importante: na saída do Chile para a sala de aula da personagem de Swank . E quando você vê Winter dizendo "não acredito em milagres" você sabe exatamente o que irá acontecer no segundo ato. O filme até consegue acender nossas esperanças em alguns momentos. A cena dos sapos é muito boa , a cena do gado consegue ser melhor que o "ataque dos veados" no filme "Chamado 2" , não que isso seja muita coisa, já que o "Chamado 2" não cumpre o que promete , mas já é um fator positivo. Além dos excelentes efeitos especiais , que pelo menos fará com que alguns gostem do filme.

Se a direção tem alguns momentos , não podemos dizer de seu roteiro. O roteiro é escrito por Carey Hayes e Chad Hayes, e é baseado em estória de Brian Rousso. O roteiro é uma confusão do começo ao fim , e só não consegue ter um final pior do que o péssimo "Estranha Perfeita". Os irmãos Hayes tentam fazer com que não entendemos nada , para acharmos o final impressionante. Tática furada , já que pensam que estão tratando de "idiotas", mas já vemos essa idéia deles na primeira praga. O que ao mesmo tempo é angustiante , já que sabemos quem é o vilão desde o começo do filme.

Em relação as atuações. O filme não traz nada de novo. Hillary Swank faz o possível , mas desiste de tentar no segundo ato. Talvez ela leu o final do filme , e achou tão decepcionante que parou de tentar o salva-lo , ao que me parece. Ildris Elba é regular e David Morrisey nos prova a cada dia que não sabe escolher projetos ; tendo uma atuação irregular e de péssimo gosto.

No final , nos parece um filme de classe B que tem bons atores. Se você pensava que era grande coisa(como eu pensei)porque tinha a Hillary Swank no papel principal, se enganou feio. Pensou que iria pegar o melhor filme do ano , mas saiu com o pior. Agradeça aos magnatas de Hollywood , por fazerem nos engolir mais uma porcaria que nos jogam.


(1 estrelas em 5)

4 comentários:

Bernardo Lima disse...

não cheguei a ver esse filme, mas acredito que não faz mt meu estilo...
um abraço!

Danielll2 disse...

opa.. ainda nao vi o filme.. mas com essa descrição aí..
eu gosto mto de filme assim cara.

vou ver cara.. ! te+

continue postando browwl! se quiser da uma força lá tbm...

www.danielll2.blogspot.com

gosta de games?

Mayck disse...

Opa

Talvez eu veja esse filme mais tem muitos na minha fila que nao posso deixar de ver...

------------------------

http://the-buscador.blogspot.com/

MaxReinert disse...

ai, ai... até as grandes atrzes se rendem ao poder do Holllywood Money!!!!

Mas, pensemos pelo seguinte ângulo:
Com a grana que ela ganhou esta bosta vai poder fazer uns três filmes legais cobrando um cachê insignificante!!!!

Ora... isto é que é ser Polyana!!!!