31 de julho de 2007

Saneamento Básico , O Filme


Um critico quando está numa sala de cinema , pensa em inúmeros textos e comentários para fazer do filme que está assistindo.
Essas idéias surgem a todo momento na trama , e alguns criticos até levam bloco de anotações , para não se perder. Eu faço parte das duas. Quando baixo um filme na internet , pois a curiosidade é grande , eu anoto ; mas quando vou para o cinema as idéias vão brotando a todo momento.
Durante a sessão fui pensando em como começar essa critica, e até tive umas idéias , como: começar falando do filme dentro do filme , e outras idéias que acabei esquecendo durante a sessão. O jeito que encontrei foi esse, como no brilhante filme de Jorge Furtado, estou usando o improviso.

Os moradores de Linha Cristal, uma pequena vila de descendentes de colonos italianos localizada na serra gaúcha, reúnem-se para tomar providências a respeito da construção de uma fossa para o tratamento do esgoto. Eles elegem uma comissão, que é responsável por fazer o pedido junto à sub-prefeitura. A secretária da prefeitura reconhece a necessidade da obra, mas informa que não terá verba para realizá-la até o final do ano. Entretanto, a prefeitura dispõe de quase R$ 10 mil para a produção de um vídeo. Este dinheiro foi dado pelo governo federal e, se não for usado, será devolvido em breve. Surge então a idéia de usar a quantia para realizar a obra e rodar um vídeo sobre a própria obra, que teria o apoio da prefeitura. Porém a retirada da quantia depende da apresentação de um roteiro e de um projeto do vídeo, além de haver a exigência que ele seja de ficção. Desta forma os moradores se reúnem para elaborar um filme, que seria estrelado por um mostro que vive nas obras de construção de uma fossa.

No começo do filme - para ser mais especifico , nos créditos iniciais - já nos é apresentada a voz da talentosa Fernanda Torres, numa das cenas mais engraçadas do primeiro ato ( não irei contar para não estragar a surpresa), que já nos mostra seu ótimo humor, e começamos o filme já rindo , o que é muito dificil fazer para nós espectadores hoje em dia. O seguimento do filme é impecável , as brigas de Torres com o marido , a cena do esgoto da comunidade , a primeira aparição de Camila Pitanga , e tem uma cena hilária quando a personagem Silene troca seu nome para Seagal , e Torres releembra o ator , numa outra cena engrassadíssima do filme.

O roteiro de Furtado é brilhante ao meio das risadas , o filme nos consegue fazer se importar com os personagens , coisa pouco presente nos filmes de hoje , e além das risadas consegue nos comover com algumas historias , e até - palmas para o diretor - colocar a cena do toca fitas X o Cd player de uma forma simples e direta. O Diretor consegue até enquadrar em suas cenas o financiamento publico da cultura , numa cena muito boa no palco Lázaru Ramos consegue nos transmitir isso.

As atuações estão de boas a excepcionais. Camila Pitanga está num charme , e mais , ela mostra uma comica atuação , coisa que ainda não tinha presenciado ela fazer tão bem ; Fernanda Torres está cômica como sempre, e até nos dá saudades da série Os Normais , só para vê-la mais tempo em uma comédia ; Lazaru Ramos está bem na cena já citada na critica, e nos rende bons momentos; Wagner Moura e Paulo José estão perfeitos como sempre ; e até Bruno Garcia nos apresenta uma boa atuação.


Com um otimo roteiro , uma boa trilha , cenas engraçadissimas , e um elenco afiado , Jorge Furtado , consegue fazer uma das melhores comedias dos ultimos anos e um dos melhores filmes brasileiros já lançados.

(5 estrelas em 5)

5 comentários:

Slim Shady disse...

Cinema + Jorge Furtado + Lazero Ramos + Wagner Moura + Camila Pitanga = Obra prima !

Não teria como dar errado,ainda mais se passando aqui no sul,gostei da sua critica,eu ainda não assisti o filme,e já estava afim de ver o filme,depois desta critica então.Tenho que ver !

abraço,e parabéns pelo blog.

Macaco Primata disse...

Jorge Furtado é o cara, se nao fosse ele, quem mais faria um filme de sucesso com esse titulo!?

Diego Moretto disse...

Concordo com o Slim... este filme não estreiou nos cinemas capixabas, mas é um que já está anotado pra mim ver, sem dúvida. ótima crítica. Parabens como sempre, seu blog é muito massa. Meu último post fala da morte de dois dos maiores genios do cinema... se quiser, da uma conferida lá depois. grande abraço!

Thais G. disse...

Ainda não assisti Saneamento básico, mas várias pessoas já me recomendaram...
Assim como vc, também gosto muito de cinema, não sei fazer as criticas que vc faz, mas um filme muito bom que lhe recomendo, inclusive pra uma critica, seria: Pecados Intimos. Se não assistiu, assista, pois vale a pena.Outro muito bom é: Notas sobre um escandalo.

abraços!

Córtex do Pesadelo disse...

rsrsr...legal seu blog! Vc fala de filmes q amo: a hora do pesadelo, greace....